domingo, 12 de agosto de 2012

Dia dos pais, dos filhos e dos espíritos santos

O Dia dos pais é comemorado em diferentes datas pelo mundo afora. Em Portugal, seguindo a tradição católica, nossos patrícios homenageiam a paternidade no dia 19 de março, dia de São José, marido de Maria, a mãe de Jesus. Alguns historiadores dizem que essa tradição começou há quatro mil anos, quando um jovem, na Babilônia, teria moldado em argila uma mensagem para o seu pai, desejando-lhe sorte, saúde e longa vida.
Nos Estados Unidos, a tradição teria começado na cidade de Spokane, depois se espalhou para todo o estado de Washington, até ser oficializado, em 1972, pelo então presidente Richard Nixon, quando instituiu o Father’s Day. Já no Brasil, teria sido comemorado pela primeira vez no dia 14 de agosto de 1953, pelo publicitário Sylvio Bhering, adquirindo posteriormente a tradição de ser no segundo domingo de agosto.
Dezenas de países comemoram o Dia dos Pais no terceiro domingo do mês de junho, inclusive vários dos nossos vizinhos sul-americanos. A Alemanha homenageia os pais 20 dias depois do domingo de Páscoa, dia da Ascensão de Cristo.
Enfim, existem datas para todos os gostos e tradições. Mas, o importante mesmo é que não nos esqueçamos de render nossas homenagens aos pais, por tudo aquilo que eles representam na família, principalmente pelo papel que passaram a exercer no lar depois da emancipação feminina. Querendo ou não, gostando ou não, passamos a exercer a função de pai em uma dimensão bem mais grandiosa, bem mais próxima daquela que as mães exercem com profunda e louvável naturalidade.
Ser pai é saber homenagear seu pai, seu avô, bisavô, mesmo que eles não estejam mais entre nós. 
Beijos para os pais, os filhos e os espíritos santos.



Canção dos pais
José Carlos Camapum Barroso

Ser pai é padecer no paraíso,
Quando for preciso ser mãe,
Onde não basta ser pai...
É pouco apenas participar!
Ser pai é expulsar da alma
Toda a dureza do coração,
A fraqueza do sim e do não,
A certeza de que há um talvez...
É preciso ser filho outra vez...
Ser avô, amigo e irmão.
Ser pai... Como sabê-lo
Se nem conhecemos o ser?
Se não há varinha de condão?
É vestir-se de humildade,
Beber o vinho da caridade
E suplicar pelos filhos
Que, um dia, pais serão.
Ser pai não apenas ao dizer
- Meu filho é um sucesso!
Mas quando se esvai,
Desce a vida na contramão.
Ser pai: ontem, hoje e sempre.
Ser pai! Eis a questão.


3 comentários:

  1. Parabéns a você, caro pai e filho! Abraço!

    ResponderExcluir
  2. Ser pai não é moleza não/ porque à falta de treinamento/ como desempenhar a missão?/ rsrs

    ResponderExcluir