quarta-feira, 9 de março de 2011

Homenagem à música e à Velha Guarda

Mais um Carnaval passou. Mais uma alegria do povo brasileiro vira álbum de recordações. Se dermos um flash, veremos alegrias, tristezas, cantos e prantos. Para quem gosta da folia, fica na memória o Carnaval dos Amigos, em Goiânia, que arrastou uma multidão para as ruas este ano. Guardaremos a vitória da escola Beija-Flor, que homenageou o Rei Roberto Carlos, e a da Vai-Vai, que saudou o maestro João Carlos Martins. É o Carnaval, mais uma vez, referenciando a música.
Este ano, teve incêndio no galpão das escolas, chuva na avenida, muitas lágrimas e risos. Carnaval é como futebol, paixão nacional que mexe com a alma do povo brasileiro. Carnaval é poesia. É emoção pura.
Moacyr Luz e Aldir Blanc fizeram um belo samba em homenagem à Velha Guarda do Carnaval brasileiro. Na verdade, uma homenagem também à Velha Guarda da Música Popular Brasileira, passando por Cartola, Nelson Cavaquinho, Candeia, Dona Ivone Lara, Elton Medeiros, a velha guarda da Portela e da Mangueira, e tantos outros.
Neste Carnaval que homenageou a jovem guarda, o maestro e pianista internacional e a música popular de Nelson Cavaquinho, nada melhor do que ouvir esse belo samba saudando os anjos da velha guarda para fechar a folia. É hora de diminuir o ritmo e entrar no compasso da Quaresma. Ouçam, acompanhem a letra e vejam imagens de alguns dos homenageados.

Anjo da Velha Guarda
Composição: Moacyr Luz e Aldir Blanc

O terno branco parece prata
E a fita em meu peito diz que eu sou
Daqueles que vão pra Maracangalha
Rever Anália
Eu vou
No vento que leva o chapéu de palha
Também sou de fibra e pau-brasil
O samba é tudo que eu sei
E Momo é o único rei que amei
Sou a sétima corda e passo devagarinho
Com Rodouro no coração
Meu nome em letras de ouro
É parte do tesouro de qualquer agremiação
De cuíca eu manjo
Também vou de banjo
Fiz das avenidas meu salão...
Fidalguia esbanjo
E danço com meu anjo
Eu sou da velha guarda, meu irmão!



Um comentário:

  1. Bela letra, boa música, como só a velha guarda sabe fazer. Valeu Zé.

    ResponderExcluir